quinta-feira, 19 de março de 2015

Reivindicação do SINDOJUS-SP em Dissídio Coletivo é atendida pelo TJ/SP, em parte

O SINDOJUS-SP ajuizou o Dissídio Coletivo em face do TJ/SP para atendimento das clausulas reivindicatórias da categoria dos Oficiais de Justiça, dentre elas a clausula 10, em que se requereu a instituição do Curso de Formação Profissional e Aperfeiçoamento dos Oficiais de Justiça - CFOJ.

A reivindicação foi considerada parcialmente atendida, haja vista que se requereu a participação de Oficiais de Justiça na estruturação e corpo pedagógico, considerando a importância do conhecimento e a experiência desses profissionais.

Na data de hoje, 18/03/2015, foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico (DJE), que comunica a abertura das inscrições para o CURSO DE APERFEIÇOAMENTO “A ATIVIDADE DE OFICIAL DE JUSTIÇA”.

“Esta conquista é resultado de um trabalho sério e focado do Sindojus-SP, sendo de suma importância a participação e apoio dos colegas oficiais de justiça para aprovação das demais clausulas reivindicatórias.”, disse o Presidente Daniel Franco do Amaral.

O Presidente do Sindojus-SP lembra: “Há ainda outros 20 itens reivindicatórios no Dissídio Coletivo da nossa Categoria já em fase final, inclusive o item “3” em que se requer: Apoio Institucional do Tribunal de Justiça na aprovação do PLC 56/2013”.

Para quem quiser se aprofundar no pleito, trata-se do Processo Judicial de número 2130585 - 24.2004.8.26.000.

Confira na nossa FAN PAGE a programação completa do curso!

Para mais informações, favor consultar o Setor Administrativo do Sindojus-SP, nos telefones (11) 3101 4832 , website do SINDOJUS-SP WWW.SINDOJUS-SP.COM 

Fonte: Sindojus-SP

37 comentários:

  1. uma função tão primária quanto a de oficial de justiça precisa de curso de aperfeiçoamento??? só se for pra recordar um pouco as regras gramaticais aprendidas no ginásio......kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma querida, um dia, se você estudar muito, você consegue passar nesse concurso.

      Excluir
    2. pois é querido(a), problema que eu passei nessa porcaria já faz mais de uma década... se arrependimento matasse....procurar endereços, fazer penhorinhas do c.... pra advogados ganharem rios de dinheiro, ficar indo e voltando, consumindo um carro a cada 4 anos e ainda ser assediada pelos caras lá de cima. Acabem logo com essa merda. Vai falar pra eu sair, prestar outro concurso, eu já sei. Mas vamos ser sinceros, quem é que consegue largar a teta do estado??? Todo mundo reclama do salário mas ninguém sai né? Pois é querido(a), parece que todos padecemos do mesmo mal. E ainda dizem que no capitalismo somos livres. Só idiotas ou os muito espertinhos dizem isso. Nem os colegas que votam no psdb e defendem o neoliberalismo conseguem ser coerentes e sair dessa p......... e ir para a iniciativa privada. E quem, beirando os 40, consegue estudar seriamente pra passar em outro concurso pra ir parasitar em outro nicho? Queiram vcs ou não, trabalhemos muito ou pouco, é isso mesmo que nós, servidores públicos estaduais, federais, municipais, somos: PARASITAS. Desculpa aí tá se o dedo na feridona doeu. Posso falar porque sou um de vcs, tenho esse direito e falo com conhecimento de causa. Sem ofensas, nada pessoal. Somos uns merdas, juntamente com toda essa juizada que se acha.

      Excluir
  2. por que já não acabam com esse cargo de uma vez?

    ResponderExcluir
  3. Então esse sindicato existe de verdade ? Pensei que fossem só Lenda Urbana.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Eles existem sim! Em abril teremos a prova cabal da existência dessa merda de sindicato.

    ResponderExcluir
  6. Sindicato mostrando cada vez mais serviço, obrigado

    ResponderExcluir
  7. Salário que é bom, nada. Sindicato idiota. Arrumando mais um fardo para o oj carregar.

    ResponderExcluir
  8. Como disse a colega acima, acaba com essa bosta de vez!

    ResponderExcluir
  9. Fabiana, se você é assim, saiba que existem outros servidores e oficiais que não são como você. Nâo há espaço para isso. Largue isso e vá ser feliz. Viver irritada e mal humorada assim não compensa. Faça outra faculdade. Preste outro concurso. Abra um negócio. Não generalize para os outros os seus problemas e nem deixe de ser feliz, pois o tempo passa, e não volta mais. Boa sorte em suas escolhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhhhhhhhhhhh não diga!!!!!! oficiais por vocação??? essa é nova hein.... como fazia um jogador argentino, deixa eu ir ali fora vomitar e já volto!.......huahuahuahauhua Servidor público por vocação.....no judiciário ainda......... falar nada não.....

      Excluir
  10. Precisamos de pessoas positivas assim. Certamente, será feliz em qualquer profissão. Só um lembrete: Má educação não substitui inteligência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. talvez eu seja mal educada sim, mal educada no sentido de má formação, ensino deficiente, etc, por isso acabei nessa brilhante carreira de oficial de justiça.... e do tjsp ainda....

      Excluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Frequentemente as pessoas não aceitam o dedo lá na feridona. Expor a nu a verdade sobre esse cargo mexe na pouquíssima autoestima de vcs. Como eu disse: coisa melhor todos querem mas ninguém larga o osso. Tb disse: padeço do mesmo problema que todos vcs - não dá pra largar. Infelizmente esse é o mundo de liberdade em que vivemos. Padeço desse problema, e não tenho vergonha de dizer. Não vou largar o osso. Não houve falta de educação. Nada pessoal. Retiro o que disse sobre sermos uns merdas. Não chegamos a esse nível ainda. Se fôssemos, pelos menos faríamos feder os sapatos daqueles que nos pisam!! Somos o que? já sei: UM NADA.

    ResponderExcluir
  13. Dona fabiana tem razão. Sou frustrado nessa função. Raça sofredora e desunida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é colega, acredito que a imensa maioria, se não todos os ojs de sp, se sintam assim, o difícil é ter a coragem e a hombridade de admitir isso em público. Quiçá não o admitem nem em seus piores pesadelos.....

      Excluir
    2. acredito ainda que mesmo os federais e trabalhistas, mesmo com salário muito superior ao nosso, se sintam da mesma forma, afinal, eta funçãozinha inútil e sem sentido.....

      Excluir
  14. Sou Oficial de Justiça do TJDFT, o salário não é dos melhores, mas é melhor do que delegados de polícia de vários estados. A nossa função é muito importante sim, tenho orgulho de ser oficial de Justiça e não quero trocar de cargo, por enquanto nem se me oferecerem sem concurso público. Acredito que mudanças na legislação pode tonar a nossa função mais útil ainda. Existem países muito mais desenvolvidos que o Brasil e lá eles também tem oficiais de Justiça.

    Sei que a maioria dos oficiais de Justiça cumprem poucas medidas constritivas (penhoras, arrestos, busca e apreensões, etc) por falta de apoio, força pública, falta de atuação em dupla e com porte de arma, falta de veículos para remoção de bens, etc, mas se um dia tivermos um país decente os oficiais de Justiça serão mais importantes ainda na efetivação e eficiência das decisões judiciais.

    Somos governados por ladrões, mais de 90% por cento dos brasileiros querem levar vantagem em tudo e alguém ainda espera um Poder Judiciário eficiente????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o sr. utiliza uma defesa mental já muito bem explicada pela psicanálise: a racionalização. Exerce uma merda de função inútil e dá um jeitinho de justificar para esconder suas frustrações. Falta de veículos para remoção de bens....??? eu pensei que isso fosse sempre incumbência da parte. Me enganei????? Países mais desenvolvidos com cargo de oJ? O sr. quis dizer.... os EUA???? Porte de arma??? É claro que o sr. não vai pra outro cargo, e nem eu........ não preciso dizer aqui para não levantar lebres desnecessárias, puro instinto de preservação, mas o sr. sabe tão bem quanto o eu o motivo disso não é?

      Excluir
    2. vamos então aguardar esse cenário utópico que o sr. imagina. Cá entre nós, acho que o fim desse cargo tem uma avantajada probabilidade sobre os sonhos mirabolantes que o sr. aventou.

      Excluir
    3. êta, acho que o estado não vai querer investir nesse aparato judicial.... principalmente o tucaníssimo estado de sp!! Governados por ladrões, sempre fomos!

      Excluir
    4. eu quero que esse apoio estrutural continue a faltar até minha aposentadoria... afinal, quem ama fazer penhoras, medidas constritivas do....... que levante o braço! Alguém, quando criança, disse: "mamãe, quando eu crescer quero ser oficial de justiça!".....

      Excluir
    5. Não troco meu cargo por delegado, juiz, promotor de justiça, etc. Ganho um salário bom e gosto do faço. Tenho certeza que o lugar da Fabiana não é no Brasil, ex.: um delegado deve se sentir frustrado por abrir inquérito somente por um pequena porcentagem dos crimes ocorridos. Talvez apenas menos de 10% dos crimes de homicídios são esclarecidos no Brasil. A justiça é morosa, logo,. os juízes devem se sentir frustrados. E daí vai. Como gosto do que faço, não me sinto frustrado, pelo contrário, me sinto realizado. E vou continuar. Tenho certeza da minha capacidade para passar no concurso de juiz ou promotor, mas quero continuar oficial de Justiça. Um colega meu passou no concurso para promotor de justiça e não quis assumir, preferiu continuar como oficial de Justiça.

      Excluir
  15. "tudo o que disser será usado contra você no tribunal". Acho que isso vale pra esse curso. Façam-no e poderão sofrer assédio, constrangimentos, etc.... Todo curso que fizerdes será usado contra vós pelo tribunal. Vc deixou de fazer alguma coisa, ou fez mal feito, no entendimento do juiz? PAD em você, amigo, afinal, vc fez o curso e devia saber. Como disse um outro acima, mais um fardo pro oj carregar. Mas é isso, estamos acostumados, lembrando Renato Russo..."já estamos acostumados a não termos mais nem isso".

    ResponderExcluir
  16. só inventam armadilhas para os OJ..... e caem feito patinho.... e ainda querem nível universitário.... só se for universotário.......

    ResponderExcluir
  17. estou fazendo faculdade de jornalismo depois de velho, mas tenho muita vergonha de dizer aos colegas de sala, e principalmente aos profs, muitos dels mais novos do q eu, que sou oj no tribunal de sp.... passa a imagem de fracassado!!

    ResponderExcluir
  18. Sou Oficial de Justiça do TJ-AL a 12 anos, o salário é razoável, também tenho orgulho de ser OJ, no passado já fui advogado atuante, no entanto, a grana era pouca; Saibam que apesar de todas as dificuldades que enfrentamos, nosso cargo é muito importante sim; eu mesmo já fiz várias penhoras e avaliações tanto na esfera estadual como na federal (cartas precatórias da união), em que através de nossas prerrogativas de avaliador pude realizar avaliações (última realizada em 2014) de maquinários e imóveis de usinas de açucar que chegaram a R$ 175.665.400,00 (cento e setenta e cinco milhões, seiscentos e sessenta e cinco mil e quatrocentos reais), e essa foi uma das poucas que já avaliei, e sem falar nas inúmeras reintegrações de posse que foram feitas contra os sem-terra e amplamente divulgadas pela mídia. E também tenho porte de arma concedido pela Polícia Federal, o que hoje é pra poucos em nosso país.

    Meu pensamento é igual ao do Dino, nossa função é muito importante sim, pois sem ela o direito não sai do papel e nem tampouco se concretiza.

    Me chamo Gustavo Duarte, E TENHO ORGULHO DE SER OFICIAL DE JUSTIÇA BRASILEIRO !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou OJ desde de 2006, inicialmente em Goiás e desde 2011 no TJDFT. Conheço dezenas, talvez, centenas de oficiais de Justiça, não me lembro de sequer um oficial de Justiça dizer bastante frustrado, a maioria tem seus clamores, mas querem continuar no cargo (mesmo com capacidade para passar em vários concursos). Logo, a maioria dos Oficiais de Justiça do Brasil tem orgulho e querem continuar na carreira. É estranho uma pessoa vir aqui e dizer tanta coisa contra a categoria, se dizendo oficial de Justiça, pode haver interesses outros nessas manifestações. Att. DINO. ORGULHO DE SER OFICIAL DE JUSTIÇA.

      Excluir

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...