quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Desacato e assassinato lideram a lista de casos de violência contra Oficiais de Justiça, mostra dossiê

A atualização do Dossiê de Crimes Cometidos Contra Oficiais de Justiça Durante o Cumprimento de Ordens Judiciais pela ASSOJAF-GO faz um raio-x completo da violência sofrida pelos profissionais no exercício da função a partir de dados coletados junto a outras entidades representativas e à imprensa. De acordo com o relatório, a maioria dos casos de violência registrados contra Oficiais de Justiça refere-se a situações de desacato e assassinato.

Entretanto, alerta o diretor Jurídico e de Acompanhamento Político-Legislativo da ASSOJAF-GO, Fábio de Paula Santos, a falta de divulgação das violências sofridas pelos Oficiais de Justiça nas mídias nacional e estadual reflete a falta de respaldo que a categoria sofre.

“A pior violência é a inércia das autoridades legislativas, judiciárias e policiais, seja por não fornecer coletes balísticos para o cumprimento de diligências sabidamente perigosas, seja por não reconhecer nossa atividade como de risco, seja pela falta de respaldo ou desânimo pela repreensão branda dispensada aos atos de violência, razão pelo não encaminhamento judicial da maioria destas agressões e violências certificadas nos mandados”, afirma ele.


InfoJus BRASIL: com informações da Assojaf/GO

Um comentário:

  1. Colegas, todos nós já passamos por situações de perigo e constragimento. Infelizmente os fatos ocorridos e certificados não são levados ao conhecimento do Ministério Público. Estamos representando a justiça nas ruas e não temos o mínimo de segurança. Andamos em carros particulares sem qualquer tipo de isenção fiscal. Sem equipamentos de segurança individual. Temos que provocar os tribunais para a nossa dura realidade. Parabéns aos colegas da ASSOJAF

    ResponderExcluir

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...