quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Oficiais de Justiça de Uberlândia aderem à greve dos servidores do TJMG

Eles aderiram à greve estadual que começou nesta terça-feira (17).
Trinta por cento do efetivo é mantido para cumprir medidas urgentes.

Fernanda Resende
Do G1 Triângulo Mineiro
Oficiais de Justiça de Uberlândia aproveitaram julgamento no fórum da cidade manifestar à favor de greve estadual (Foto: Fernanda Resende/G1)

Oficiais de Justiça de Uberlândia aderiram à greve estadual e paralisaram em partes os trabalhos nesta terça-feira (17), por tempo indeterminado. Os servidores reivindicam o cumprimento da lei para o Tribunal de Justiça (TJ), para que faça a recomposição das perdas salariais devido à inflação. De acordo com o oficial de justiça Gutemberg de Oliveira, 30% do quadro efetivo mantém os serviços para cumprir as medidas de mais urgências para a população.

Gutemberg de Oliveira informou, ainda, que o TJ é obrigado por lei a fazer a atualizações dos salários recompondo as perdas das inflações de todo o ano. Ele ressaltou que existe uma previsão na constituição estadual e federal e uma lei estadual, mas que esse ano o tribunal, apesar de ter condições, optou por não conceder o reajuste salarial.

“Por essa razão estamos entrando em greve e ainda estamos aderindo a outras duas. Uma é em apoio aos servidores do estado de Minas Gerais, que já perdura por 30 dias e a outra dos servidores da segunda instância, que se concentra na capital mineira”, disse Oliveira.

O oficial também comentou que parte da categoria está reunida em Belo Horizonte para tentar uma negociação e que eles esperam uma posição para avaliar a situação. Questionado sobre como ficam o serviçosm, Oliveira ressaltou que a greve tem uns requisitos legais importantes, já que os servidores não podem parar o serviço público. “Nós somos obrigados a garantir a continuidade do produto e mantemos 30% do nosso efetivo para cumprir as medidas que são de mais urgências para a população”, concluiu.

InfoJus BRASIL: Com informações do portal G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...