sexta-feira, 10 de junho de 2016

Em Alagoas: Encontro dos Oficiais de Justiça reúne representantes de 13 Estados do Brasil

Oficias de todo Brasil durante evento em Alagoas
O 2º Encontro dos Oficiais de Justiça (Eojus/AL) ocorreu em Maceió, entre os dias 9 e 10, na sede do auditório da Universidade Tiradentes. Na oportunidade uma série de palestras foram realizadas, além de uma ampla discussão sobre as problemáticas e atribuições da categoria.

Representantes de entidades classistas, associações e oficias de Justiça sindicalizados de doze estados, mais Alagoas, trataram de temas, como: “Atual conjuntura legislativa do oficialato brasileiro”, “Aplicabilidade do novo CPC para o oficial de Justiça”, “Gerenciamento de crise, procedimentos de segurança durante o exercício da atividade” e “Oficiais de Justiça, desafios atuais e perspectivas da carreira”.

A primeira palestra ficou por conta do ex-secretário de Defesa Social e promotor de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, que falou dos altos índices de criminalidade em Alagoas e os riscos para categoria. O promotor destacou sua experiência como secretário e a diminuição da violência em Alagoas após medidas efetivas em conjunto com vários setores da sociedade.

Outros palestrantes como do oficial de Justiça da Paraíba, Joselito Bandeira Vicente, a advogada e terapeuta comportamental, Tatiana Amaral, o advogado, Pedro Henrique Nogueira e Coronel Paranhos abrilhantaram o 2º Encontro dos Oficiais de Justiça. O presidente da Associação dos Oficias de Justiça de São Paulo (AOJESP), Mário Medeiros Neto, parabenizou a organização e o nível das palestras propostos pela diretoria do Sindicato dos Oficias de Justiça de Alagoas (Sindojus/AL).

Por sua vez, o presidente Federação Nacional dos Oficiais de Justiça do Brasil (Fenojus) e presidente do Sindicato dos Oficias de Justiça do Pará, Edvaldo Lima, expôs que a unidade da categoria fortalecerá as lutas e conquistas nacionais. Para Lima esse tipo encontro deve ser realizado pelo menos três vezes ao ano para a maior convergência de ideias e debates.

O presidente do Sindojus/AL, Cícero Filho, afirmou que o oficialato nacional deve ter uma postura de avanço nas atribuições da categoria. “Esse tipo de mobilização reflete nossa postura de integração, que vem surgindo em âmbito nacional, para que possamos ter mais conquistas reais”.

Encontro da Federação

Após o 2º Encontro dos Oficiais de Justiça, os membros da Federação Nacional dos Oficiais de Justiça do Brasil ser reuniram na sede do Sindoju/AL para deliberar pautas de unidade dos Sindojus e das Associações em conjunto com a Federação Nacional. O diretor do Sindojus/AL, Gustavo Macedo, avaliou a reunião como positiva e adiantou que novos encontros para avançar nesses mesmos quesitos serão realizados em breve.

O tradicional

Após dois dias de incessantes palestras, debates, fóruns e reuniões, foi realizado no Clube da Associação dos Delegados de Polícia de Alagoas (Adepol) o tradicional “Forró Oficial” que reuniu toda categoria numa grande prévia de festejo junino. Esse ano os oficiais de Justiça de Alagoas tiveram a honra de recepcionar os colegas de várias partes do País.

Somos oficiais, somos de luta!

Fonte: Sindojus-AL

Um comentário:

  1. Dino, pq em algumas matérias vc menciona que o Pres. da Fenojus é Edvaldo Lima, e noutras, vc cita para o mesmo cargo, o sr. João Batista? Grata por responder

    ResponderExcluir

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...