quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Oficial de Justiça não consegue achar Eike Batista

Eike Batista se mudou, e no endereço novo informam que viajou
Rio de Janeiro. A Justiça tentou intimar o empresário Eike Batista no início do mês, mas as duas tentativas da oficial encarregada de entregar o mandado de citação acabaram frustradas. No documento enviado à Justiça, a oficial conta que foi ao endereço de Eike, uma casa na rua Caio de Melo Franco, no Jardim Botânico, zona sul do Rio de Janeiro. Lá, foi informada pelo vigia que a residência estava fechada e o empresário havia mudado.
 
 Com o novo endereço, localizado na mesma rua, a oficial descobriu, por outro vigia, que Eike Batista teria viajado, sem data para retornar. Diante da segunda negativa, a oficial devolveu, no último dia 4, o mandado à Justiça Federal.

A reportagem apurou que o documento é referente ao primeiro de três processos que acionistas minoritários da petroleira Óleo e Gás Participações (antiga na OGX) ajuizaram, no final do ano passado, contra o empresário Eike Batista.

A antiga OGX (hoje Óleo e Gás Participações) produziu 351,8 mil barris de óleo equivalente em Tubarão Martelo em janeiro, segundo comunicado divulgado pela companhia no início desta semana. A média diária, considerando-se os 31 dias de produção, foi de 11,3 mil barris.

O campo, por ser o principal ativo da empresa, tornou incontornável a crise após o anúncio de que as reservas prováveis eram um terço do volume total recuperável estimado inicialmente, em outubro do ano passado. No mesmo mês, a empresa foi a primeira do grupo a entrar com pedido de recuperação judicial. Na sexta-feira, assinou a liberação de empréstimo de US$ 215 milhões por parte dos credores, para tocar as operações durante a reestruturação.

InfoJus BRASIL: Com informações de "O Tempo"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...