quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Deputado Ricardo Silva defende Oficiais de Justiça na Tribuna da Câmara dos Deputados

Nesta terça-feira (18/08), o Deputado Ricardo Silva (PSB/SP), que é Oficial de Justiça, proferiu discurso no Plenário da Câmara dos Deputados defendendo a categoria, especialmente os Oficiais de Justiça de São Paulo, conforme transcrição abaixo:

Clique na imagem para assistir o discurso:

(...) Eu venho a esta tribuna, Sr. Presidente, manifestar uma preocupação. Está em minhas mãos o ofício da Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo, visto que na Assembleia Legislativa de São Paulo está tramitando o PL 1339/2020, aliás, de 2019. Esse projeto de lei agora conta com o ofício do Tribunal de Justiça, e eu falo aqui na condição de oficial de justiça que sou, com muito orgulho, para diminuir a taxa que é voltada para custear o trabalho do oficial de justiça, colocando-a em 5%. Eu quero dizer aos senhores que, se a Assembleia Legislativa aprovar esse projeto, com a sugestão do Tribunal de Justiça, nós teremos, podem anotar aí, o fim da carreira dos oficiais de justiça no Estado de São Paulo, e a própria Justiça vai se arrepender, porque é o oficial de justiça que é a longa mão do juiz, vai se arrepender de querer precarizar dessa maneira o trabalho dos oficiais de justiça do Estado de São Paulo. Eu sou da categoria e, desta tribuna, na Câmara, eu peço apoio desta Casa para que nós não possamos permitir nenhum ataque à nossa Justiça. Afirmar que os atos dos oficiais diminuíram é uma grande mentira, ou para não dizer mentira, senhores, senhoras, é um desconhecimento. Confunde-se ato com cota. As cotas podem ter diminuído porque agora há mandados agrupados. O oficial de Justiça muitas vezes cumpre dentro de uma cadeia um pacotão assim de mandados, e não ganha mais por isso. Diz o Tribunal de Justiça que aumentaram os custos com os Correios, mas não mostra quais custos são esses. Na verdade, os atos judiciais aumentaram, Sr. Presidente. O que nós tivemos foi o Juizado Especial Cível, que agora tem comunicação eletrônica. Não diminuíram os atos dos oficiais de Justiça não. Eu antes de chegar a esta Câmara estava no Tribunal. Aliás, tenho muito orgulho de ser concursado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, o maior tribunal da América Latina, com juízes sérios, desembargadores honrados, funcionários honrados, mas eu não posso permitir um ataque à Justiça do Estado de São Paulo na figura dos oficiais de Justiça. Portanto, nosso protesto desta tribuna. Muito obrigado, Sr. Presidente.”

Queiroz Assessoria

InfoJus Brasil: Com informações da Queiroz Assessoria / Sindojus-DF

4 comentários:

  1. Aqui no Paraná, desde 2008, extinguiram o cargo de Oficial de Justiça. Falam tanto da importância do Oficial de Justiça, na prestação jurisdicional, no entanto tratam-nos como lixo.

    ResponderExcluir
  2. É estarrecedor o nivel desta justiça brasileira.
    Sao uns hipócritas, que não se renovam.
    Acham que extinguindo esta importante e fundamental categoria estarão otimizando algum trabalho da justiça?
    Só podem ser doentes mentais. Não sabem nada do universo da justiça. Deveriam ser msis inteligente e menos burros.

    ResponderExcluir
  3. ituDomino - Sakong Online | Bandar66 | Capsa Susun | Bandar Poker | Domino99 | BandarQ | AduQ | Poker Texas Indonesia

    Agen Judi Online Terpercaya dan Terbaik di Indonesia

    Menyediakan berbagai macam permainan Judi Kartu Online Terlengkap

    1 ID untuk 8 Game Permainan yang disediakan oleh ITUDOMINO

    * Domino99

    * AduQ

    * Poker

    * Capsa Susun

    * BandarQ

    * Bandar 66

    * Bandar Poker

    * Sakong

    => Bonus Cashback 0.3% (dibagikan 2x setiap Minggunya)

    => Bonus Refferal 20% (dibagikan setiap Minggunya seumur hidup)

    => Customer Service 24 Jam Nonstop

    => Support 7 Bank Lokal Indonesia (BCA, BNI, BRI, Mandiri, Danamon, Cimb Niaga, Permata Bank)

    * HELP I

    * HELP II

    LINE : ituDomino

    WECHAT : CS_ituDomino

    WHATSAPP : +855.8933.9786

    ResponderExcluir

Comente:

Postagens populares