sexta-feira, 16 de junho de 2017

De oficial de justiça a compositor

Se você gosta de sertanejo, certamente já deve ter cantado os versos da canção O Que Essa Moça Fez Aqui em algum churrasco entre amigos ou numa festa sertaneja. A faixa ganhou espaço na mídia pela interpretação da dupla João Carreiro & Capataz. No entanto, quem a compôs foi o oficial de justiça de Rio Preto Alex Ayusso. Aos 41 anos, o rio-pretense se divide entre o papel de servidor concursado e o mundo da música.

Ayusso é encarregado de dar cumprimento a ordens judiciais lavradas por juízes há cerca de 20 anos. A música, no entanto, entrou na sua vida quando ele ainda era um adolescente. Mas foi em 2012 que ele gravou seu primeiro CD, Segurando a Sua Mão. Foi também em 2012 que João Carreiro & Capataz gravaram a música O Que Essa Moça Fez Aqui, de autoria dele em parceria com Cleber Caetano e João Carreiro.

Para Ayusso, conciliar a carreira de oficial de justiça e compositor e cantor é tranquila. “Inclusive muitas histórias de vida que tenho contato por conta da minha função como oficial de justiça me inspiraram a compor”, revela. Além de João Carreiro & Capataz, canções dele já foram gravadas por artistas como Fiduma & Jeca (Aqui no Sítio), Raizeiros, Nasar, João Carreiro em carreira solo, Carreiro & Capataz, Pedro & Felipe, Rafaela Bordini e Alexsandro & Marcelo.

O rio-pretense conta que seu estilo musical se enquadra no folk regional e afirma que é um compositor que canta suas próprias canções. “Só gravei músicas de minha autoria até hoje. Já compus por volta de 50 músicas. Grande parte delas em parceria com o compositor Cleber Caetano, poeta nascido em Adamantina, mas tenho várias composições em parceria com o João Carreiro e, recentemente, compus uma música com Ariadne Vocci. Todos os meus parceiros são grandes amigos que a vida me deu.”

Agora, Alex Ayusso está celebrando o lançamento do terceiro CD. Trata-se de Vento de Agosto, que reúne 14 faixas autorais, entre elas Sem Pensar no Fim e Razões para Seguir, com participação do músico Fernando Porto. Na faixa Contas, o músico conta com participação da cantora e compositora de Rio Preto Ariadne Vocci. E contou ainda com a atuação de músicos como Neto Nery (violão), Lukinha Batera e Markinho Paganelli (bateria), Estevan Bass (baixo), Tiago Cagai (sanfona) e Coringa (gaita de boca).

A direção executiva é assinada por Cleber Caetano. Ayusso conta que o CD Vento de Agosto foi o trabalho que mais levou tempo de produção. “Juntei músicas de quando comece a compor, aos 25 anos, até música que finalizei na semana em que iniciei as gravações”, revela. Além de Vento de Agosto e o primeiro CD Segurando a Sua Mão, o músico lançou em 2013 o disco Singular. “Também tive um projeto de dupla junto com o cantor Fernando Porto.

Foi um projeto bem sertanejo e com todas músicas também de minha autoria, num CD chamado Pra Sonhar”, diz. Vento de Agosto foi lançado e disponibilizado nas plataformas digitais. No site do artista (alexayusso.com.br), é possível ouvir ou baixar as canções dos três discos. E para marcar o lançamento deste trabalho o artista quer fazer um show até o final do ano em Rio Preto. No momento, ele está no estúdio ensaiando a apresentação.



InfoJus BRASIL: Com informações do Diário da Região (São José do Rio Preto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...