sábado, 1 de setembro de 2012

Oficiais de Justiça do TJDFT decidem continuar em greve

Greve dos oficiais de justiça do TJDFT continua pela IT, pela limitação de mandados e pela fixação de critérios justos para a volta aos trabalhos

Em uma das maiores assembleias já realizadas pela AOJUS, na tarde de 31/08/2012, os oficiais de justiça presentes ao clube da Assejus, deliberaram pela continuidade da greve, desta feita para lutar pelos itens específicos relacionados aos servidores encarregados do cumprimento das ordens judiciais no TJDFT. 

LIMITAÇÃO 

Em sua fala, o presidente Alexandre Mesquita explicou que já está em análise no âmbito da Corregedoria, há vários meses, PA de autoria da AOJUS que solicita com urgência a limitação do número de mandados para os oficiais. O consenso entre todos os oficiais presentes à assembleia é que não se pode mais aceitar que o oficial de justiça seja sobrecarregado com um número excessivo de mandados em virtude da falha do Tribunal em alocar pessoal suficiente para cumprir a carga de trabalho que se amplia anualmente. 

AUMENTO DA INDENIZAÇÃO DE TRANSPORTE 

A assembleia da AOJUS também estabeleceu como prioridade máxima a majoração da Indenização de Transporte, verba que se encontra congelada há mais de 06 anos no TJDFT. Nenhum oficial suporta mais ter que custear o cumprimento das ordens judiciais. Deste modo, ficou fixado por unanimidade na assembleia que, enquanto o valor da IT não for majorado nos termos do PA 12.152/2012 da AOJUS que, de acordo com o patamar fixado por estudo da própria Corregedoria, em valores corrigidos, hoje daria um patamar entre R$ 2.208,86 e R$ 2.602,73, a greve deverá continuar entre os oficiais do TJDFT.


Maiores informações no site da AOJUS/DF: www.aojus.org.br

Um comentário:

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...