sábado, 27 de julho de 2013

ARAÇATUBA/SP: oficial de Justiça é atropelado ao cumprir mandado

Fonte: Folha da Região

Um oficial de Justiça de 54 anos foi atropelado na tarde desta quinta-feira (25), em Araçatuba, por um carro que ele tinha ordem para apreender. O carro, um VW Gol, pertencia a uma educadora de 49 anos, funcionária da Prefeitura.

Segundo a Polícia Militar, o oficial foi até o prédio da Secretaria de Educação e pediu para chamar a dona do veículo. Uma mulher disse que ela estava em reunião e, em seguida, um homem saiu do prédio, abriu o carro e entrou. O oficial disse ao homem que ele não poderia remover o carro, pois tinha ordem judicial para apreendê-lo.

O homem, então, empurrou o oficial, engatou a ré do carro e, com a porta aberta, saiu, atropelando a vítima. Ainda segundo a PM, o oficial chegou a ser arrastado pelo carro. Em seguida, o homem fugiu com o Gol. A dona do Gol foi até a delegacia e disse à polícia que sabe quem pegou o carro, mas não sabia onde ele estava.

FERIMENTOS

O oficial foi levado à Santa Casa com um corte na cabeça e escoriações pelo corpo. Até o fechamento desta edição, o carro não havia sido encontrado.

InfoJus BRASIL: com informações do site da AOJESP

4 comentários:

  1. Absurdo! Esse criminoso tem que arcar com as consequencias e responder perante a JUSTIÇA!

    ResponderExcluir
  2. E ainda não temos porte de arma, lamentável...

    ResponderExcluir
  3. Devemos ter o porte de arma e o oficial de Justiça que não quiser trabalhar armando não será obrigado a usar arma. Mas devemos ter a liberdade de andar armados. O apoio policial também deve ser mais rápido, pois muitos colegas vão cumprir os mandados sem reforço policial por não ter paciência de esperar por horas para ter o apoio da policia.

    ResponderExcluir
  4. Link da dona do carro https://www.facebook.com/profile.php?id=100002331374692&fref=ts

    ResponderExcluir

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...