quarta-feira, 2 de abril de 2014

RIO GRANDE DO SUL: Policiais militares são feridos e oficial de justiça é agredido durante cumprimento de mandado judicial

Dois brigadianos ficam feridos e oficial de justiça e instrutor de fumo são agredidos em Chuvisca, Rio Grande do Sul.

Agressões ocorreram na manhã desta terça-feira (01/04) durante o cumprimento de uma ordem judicial no interior da cidade.

Jairo Tavares D'avila, de 55 anos, também ficou ferido (foto: Eduardo Costa)

Dois policiais militares ficaram feridos após darem apoio a um oficial de justiça que cumpria uma determinação judicial na manhã desta terça-feira (01) no interior de Chuvisca.

De acordo com a Brigada Militar, por volta das 10h30, o oficial de justiça identificado por Aloir, acompanhado de um instrutor de fumo chamado Gimar, foram até uma propriedade rural na localidade de Caititu. O motivo da visita seria para realizar o cumprimento de um mandado judicial para a apreensão de bens referentes a uma dívida com a empresa de fumo, em que o agricultor é fiador.

Chegando no local, o oficial de justiça e o instrutor de fumo foram recebidos a tiros de espingarda calibre 36 disparados pelo agricultor Jairo Tavares D'avila de 55 anos. Com isso, foi solicitado apoio da Brigada Militar de Chuvisca e de Camaquã. Duas viaturas com dois policiais de cada município se deslocaram até a propriedade rural para atender a ocorrência.

Com a chegada dos policiais, o agricultor abandonou a espingada no chão e com duas facas em punho fugiu para um matagal. Ele foi perseguido e durante a abordagem tentou esfaquear os brigadianos. O Sargento Camboim da BM de Camaquã teve ferimentos na mão esquerda e o Soldado Freitas de Chuvisca ficou ferido no braço direito no momento em que seguravam o homem.

Os dois policiais militares e o agressor foram medicados no Hospital Nossa Senhora Aparecida. Os demais envolvidos na ocorrência nada sofreram. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Camaquã.

Fonte: http://www.cliccamaqua.com.br

Um comentário:

  1. CUMPRIMENTO DE ORDENS JUDICAIS, POR OFICIAIS DE JUSTIÇA, É MUITO DELICADO E REQUER MUITA ATENÇÃO E DIPLOMACIA COM AS PARTES DE UM PROCESSO.

    ResponderExcluir

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...