segunda-feira, 5 de agosto de 2013

SP: Sem passar no exame da OAB, homem abre escritório e aplica vários golpes em Araçatuba

 
O suspeito também é acusado de atropelar um oficial de Justiça

Um homem identificado apenas pelas iniciais R.E.M., 32 anos, é suspeito de estar atuado irregularmente como advogado e aplicando vários golpes, em Araçatuba. A denúncia feita à reportagem do Araçatuba News partiu de uma das vítimas, um mecânico de 36 anos, que teve um prejuízo de R$ 1,2 mil.

Segundo o mecânico, pelo menos 10 pessoas teriam sido vítimas do 'falso advogado'. “Ele se propôs a reduzir os juros do financiamento da minha moto. Eu paguei os honorários e entreguei os valores referentes às parcelas da compra da moto”, disse.

R.E.M. abriu um escritório de advocacia onde promete evitar que as pessoas percam seus automóveis devido à falta de pagamento de parcelas. Para isso, ele exige os documentos pessoais das vítimas e fica responsável por receber os valores do financiamento e depositar em juízo. Através dos documentos das vítimas, ele teria falsificado procurações em nome delas.

Ainda conforme o mecânico, R.E.M responde por estelionato na cidade de Rio preto (SP). O suspeito ainda teria usado a boa fé de duas advogadas recém-formadas. Elas teriam assinado pelo menos 39 ações. Todas com procurações falsificadas pelo homem.

APREENSÃO


Na última sexta-feira, a Polícia Civil de Araçatuba apreendeu o computador usado por R.E.M. no escritório dele. De acordo com o presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Araçatuba, Alceu Batista de Almeida Júnior, o rapaz fez faculdade de direito em 2008, mas até hoje não conseguiu passar no exame da Ordem.

Fiscais da OAB já foram informados sobre as denúncias e estão acompanhando o caso. Na manhã desta segunda-feira (5), um grupo de pessoas que foram vítimas do golpista estiveram em frente ao escritório dele, mas não foram atendidas. A Polícia Militar foi acionada e encaminhou as vítimas ao plantão policial.

ATROPELOU UM OFICIAL

O mecânico, que procurou a reportagem, disse que por falta de pagamento junto às financiadoras, alguns mandados de busca e apreensão de veículos começaram a ser expedidos. Em um deles, um oficial de justiça de 54 anos acabou ferido por R.E.M., no dia 25 de julho.

Na data, o oficial de justiça foi atropelado e arrastado por um veículo durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão de um Gol. Para evitar que o carro fosse levado, R.E.M. entrou no veículo, deu marcha ré, atropelando o oficial, fugindo em seguida.

O caso aconteceu na rua São Paulo, na Vila Mendonça, em Araçatuba, e foi registrado como tentativa de homicídio. O oficial de justiça foi socorrido até a Santa Casa com um corte na cabeça e várias escoriações pelo corpo.
Fonte: Araçatuba News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...