sábado, 6 de fevereiro de 2016

Sindojus-TO elabora mutirão para cumprimento de mandados em Araguaína (TO)

O Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado do Tocantins (Sindojus-TO) está organizando um mutirão para colaborar com o trabalho dos oficiais de Araguaína, que estão com sobrecarga de processos. "Estamos iniciando as conversações. Estou aguardando uma audiência com o presidente para ver o que efetivamente o Tribunal de Justiça poderá fazer para realização desse mutirão para cumprimento dos mandados", observa o presidente do Sindojus-TO, Roberto Faustino.

Segundo Faustino, em Araguaína são 16 profissionais e o número de processos já somam 700 para um único oficial. "Lá tem aproximadamente a mesma quantidade de processos que Palmas, só que na Capital são 36 oficiais", ressalta o presidente.
O presidente lembra ainda que o Concurso de Remoção, que poderia ser uma alternativa, vai "voltar para a estaca zero". "Queremos que o TJ pague as diárias e ajude de alguma forma quanto aos gastos com combustível".
Faustino afirma que é preciso encontrar uma forma para ajudar os oficiais. "Se pelo menos um Oficial de cada comarca se prontificar em passar uma semana em Araguaína, levaremos um 'bálsamo' àqueles nossos irmãos que já não suportam mais a situação".

O sindicato está elaborando um cronograma para o mutirão e em breve será divulgado. Interessados em colaborar devem enviar um e-mail para sojusto@gmail.com.

InfoJus BRASIL: Com informações do Sindojus - TO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...