quinta-feira, 2 de maio de 2013

TJMG e sindicatos acertam reposição dos dias da greve

 
 O juiz auxiliar da Presidência do TJMG Renato César Jardim (de costas), na reunião com
membros do Tribunal e representantes dos sindicatos – Fotos: Laura Zschaber (SINJUS/MG)

Na terça-feira, 30, foi realizada, no TJMG, reunião entre representantes do Tribunal e dos três sindicatos (SINDOJUS/MG, SINJUS/MG e SERJUSMIG) para definição da forma de reposição dos dias de trabalho paralisados durante a greve dos servidores da 1ª e 2ª Instâncias da Justiça estadual. O SINDOJUS/MG foi representado pelo presidente Wander da Costa Ribeiro e pelo diretor administrativo Jonathan Porto Galdino do Carmo.

Na reunião, ficou acertado que, conforme previsto na proposta formalizada pelo Tribunal na reunião de negociação do dia 18 de abril e aceita pela categoria na assembleia geral que deliberou pela “suspensão” da greve, em 24 de abril, “com relação aos oficiais de justiça a compensação se dará através de cumprimento dos mandados, de forma a ser definida com a respectiva direção do foro, considerando os mandados represados, num prazo máximo de 60 dias, e considerando-se ainda que os mandados novos deverão ser cumpridos no prazo legal”. 

O SINDOJUS/MG orienta todos os oficiais de justiça a seguirem rigorosamente essa determinação. O oficial de justiça que não obedecer tal prazo terá descontados dos seus vencimentos os dias paralisados. Caso tenham dúvidas, entrem em contato com o Sindicato, para os devidos esclarecimentos.

Veja AQUI a íntegra da ata de reunião da última terça-feira. Lembrando que, conforme se pode verificar ao final da ata, as proposições acertadas na reunião serão submetidas à consideração final do presidente do TJMG, desembargador Joaquim Herculano Rodrigues, com a sugestão de que sejam consolidadas em ato normativo (portaria da Presidência).

Fonte: SINDOJUS/MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...