sábado, 23 de fevereiro de 2013

Oficiais de Justiça: Indenização de transporte é para comprar carro e mantê-lo a serviço do Judiciário

Combustível é apenas uma das muitas despesas dos oficiais de Justiça

Não dá para acreditar, mas existem defensores públicos, advogados e até juízes que "acreditam" ou fingem acreditar que a indenização de transporte paga aos oficiais de justiça existe apenas para a compra de combustíveis. Teve um jornalista no Espírito Santo que achou um absurdo um oficial de Justiça ganhar mil reais de indenização de transportes, pois acreditava que daria para comprar combustivel para andar muito.

Mas todos sabem que o Poder Judiciário não compra veículos, não paga os impostos, seguros e taxas, assim como não fornece pneus, óleo, peças e mecânicos aos oficiais de Justiça.

Portanto, para quem ainda não sabe, a indenização de transporte que os tribunais pagam aos oficiais de Justiça tem a seguinte finalidade:

- compra de veículo;
- pagamento de imposto (IPVA);
- taxa de licenciamento;
- seguro DPVAT;
- seguro contra danos, furtos e roubos;
- pagamento de mecânico;
- aquisição de peças;
- troca de óleo;
- troca de pneus e tudo mais que o veículo precisar.

Exemplo de despesas: 

compra de veículo popular = 30.000,00
Depois de dois anos de uso o véiculo vale no máximo: R$ 16.000,00

Seguro contra danos, furtos e roubos: chegam a ultrapassar R$2.000,00 anuais.

IPVA, licenciamento e seguro DPVAT: em alguns estados chegam a ser mais de R$1.000,00

Ou seja, apenas estes gastos chegam ao mínimo de R$20.000,00 em dois anos. Ainda falta a gasolina, as peças, trocas de óleo, pneus, mecânico, etc. Alguns oficiais de justiça ainda tem multa de trânsito, acidentes (pagam a franquia), entre outros gastos. 

Se a área onde o oficial de Justiça atua for pequena o gasto mínimo mensal será de pelo menos R$3.000,00. Se for uma área muito extensa o valor pode até dobrar.

DESAFIO:
Se a Prefeitura de sua cidade ou governo de seu estado aluga carros, veja o valor pago mensalmente por aluguel de carros de passeio. Será que é menos de 5 mil reais mensais? Vamos ver quem vai descobrir primeiro os pagamentos mensais mais que se aproximam de R$10.000,00 reais mensais.

Obs.: Não vale carros para vereadores, deputados estaduais, federais ou senadores.

3 comentários:

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...