terça-feira, 29 de janeiro de 2013

PORTE DE ARMA: Agentes penitenciários do DF paralisam atividades nesta quarta-feira

Categoria reivindica porte de arma de fogo quando estiverem fora de serviço

Os agentes penitenciários do Distrito Federal irão paralisar as atividades nesta quarta-feira (30), em protesto contra o veto ao PLC 87/2011. A medida barrou o porte de arma de fogo aos profissionais de todo o país quando estiverem fora de serviço.

De acordo com Sindpen-DF (Sindicato dos Agentes de Atividades Penitenciárias), em virtude da manifestação, não haverá visitação a presos, e serviços como o recebimento de advogados e oficiais de justiça vai ficar prejudicado.

A categoria decidiu também, em assembleia realizada na última quinta-feira (24), aderir aos protestos no dia 19 de fevereiro, quando se dará a efetiva volta dos congressistas ao trabalho.

Na oportunidade, os manifestantes colocarão centenas de cruzes de madeira em frente ao complexo penitenciário da Papuda, situado a 25 km do Palácio do Planalto, em Brasília, como forma de sensibilizar os parlamentares para derrubada do veto.

O presidente do Sindpen Leandro Allan diz que o movimento será realizado de forma simultânea no Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais entre outros estados. Para ele, o veto da presidente Dilma Rousseff à norma é um retrocesso ao sistema penitenciário.

— Ficamos vulneráveis a criminalidade. Muitos de nós recebemos ameaças e pressão por parte do crime organizado. Essa medida fragilizou nosso trabalho, aproximadamente 350 agentes recebem ameaça de morte por mês.

Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...