sexta-feira, 11 de novembro de 2011

REAJUSTE: LÍDER DO PT NA CÂMARA SE COMPROMETE A FALAR COM PELUSO E OUTROS DEPUTADOS DA BANCADA

Escrito por jornalista Caroline P. Colombo

Qui, 10 de Novembro de 2011 18:02

Coordenadores da Fenajufe e representantes de alguns estados se reuniram, nesta quinta-feira (10), com o líder do PT na Câmara, deputado Paulo Teixeira (SP). O objetivo dos dirigentes sindicais foi informar ao deputado o resultado da sessão da Comissão Mista de Orçamento, que manteve a postura do governo em não negociar o reajuste dos servidores, e tentar reverter a posição do partido a fim de conseguir o apoio para a aprovação do PL 6613/09. O encontro também contou com a participação do relator do PL 6613/09 na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), Roberto Policarpo (PT/DF).

Os coordenadores da Fenajufe fizeram um histórico sobre a luta da categoria em defesa do reajuste salarial e apresentaram dados que mostram a defasagem em relação a outras categorias do funcionalismo federal. Eles ressaltaram que os servidores estão há cinco anos sem reajuste, considerando que os atuais Planos de Cargos e Salários (Leis 11.416/06 e 11.415/06) foram aprovados em 2006 com uma tabela elaborada em 2004. Os representantes da Fenajufe também criticaram o fato de o governo já ter sinalizado um acordo para aprovar o reajuste dos magistrados e membros do MPU, sem negociar os projetos dos servidores.

O líder do PT na Câmara disse não ter dúvida quanto ao mérito do reajuste, mas disse que é preciso encontrar mecanismos para viabilizar a implementação dos PLs 6613/09 e 6697/09. “O problema desse ano é que ajuste fiscal promovido pelo governo foi muito forte. A situação é muito complicada, mas não impossível”, disse Paulo Teixeira, se comprometendo a procurar as ministras do Planejamento, Miriam Belchior, de Relações Institucionais, Ideli Salvati, e da Casa Civil, Gleise Hoffman para ver se “encontra uma brecha para negociar”.

O deputado Policarpo, ao reforçar a reivindicação da categoria, argumentou que é possível encontrar uma margem no relatório preliminar, mas para isso é preciso buscar um acordo com o Executivo.

Paulo Teixeira se comprometeu a conversar, ainda, com o presidente do STF, ministro Cezar Peluso. O líder do PT também informou que vai marcar uma reunião com os deputados Arlindo Chinaglia (PT/SP), Gilmar Machado (PT/MG) e Roberto Policarpo (PT/DF) e com o senador Walter Pinheiro (PT/BA), relator do Plano Plurianual, para encontrar uma alternativa.

Fonte: FENASSOJAF

2 comentários:

Comente:

Postagens populares