quinta-feira, 9 de agosto de 2012

AOJUS-BA Presente no CONSEJUD

Foi realizado entre os dias 26 e 29 de julho, no Hotel Pestana, na capital baiana o V Congresso Estadual dos Servidores do Poder Judiciário nos Estados- Consejud.

A AOJUS/BA esteve presente, através de ITAILSON FARIAS, Coordenador Geral, Carla Tibiriça, Coordenadora de Administração e Finanças e Osenar Santos, Coordenador de Comunicação.

O congresso, apesar da programação apertada, com excesso de palestrantes e pouco espaço para as deliberações da categoria, rendeu boas sementes para a luta da AOJUS, além de conhecimento e experiencia e, culminou em uma sessão plenária improvisada e a formação de quatro GT's (Grupos de Trabalho) na manhã de domingo, com deliberações importantes que deverão servir de diretrizes para a luta dos trabalhadores do judiciario baiano e da gestão do trienio 2013/2015 do SINPOJUD.

A primeira palestra TRASPARENCIA NO JUDICIARIO, foi um indicio de que a historia do SINPOJUD começa a sofrer influencia dos novos ventos administração pública no Brasil. Entretanto o melhor momento da programação foi no sábado (28) com os temas Violência no Judiciário; Precarização do Serviço Público e Informatização do Judiciário Baiano. A presidente da Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo – AOJESP, Drª Yvone Moreira, abordou o tema Violência no Judiciário que teve como debatedor o promotor de justiça do Estado do Rio de Janeiro, Dr. Rubem Vianna, responsável pelo caso da morte da juíza Patrícia Acioli.

A informatização no judiciário foi tema da palestra ministrada pelo coordenador da Central de Cumprimento de Mandados de Natal/RN, o Oficial de Justiça, Valdomiro Diniz e debatido pelo delegado eleito da comarca de São Desiderio, Vinicius Pinheiro, que relatou as dificuldades das comarcas da Bahia, em virtude de um sistema ineficiente, como o sistema SAIPRO.

Alice Portugal, responsável pelo tema Precarização do Serviço Público, discursou rapidamente e se ausentou alegando outros compromissos.

Para a classe de Oficiais de Justiça, conseguimos capitalizar bons contatos que poderão fortalecer a nossa luta em nível estadual e nacional.

Dentre os GT's criados, destaco o que tratou da precarização do serviço público, tendo a participação dos três coordenadores da AOJUS, supra mencionados.

Nesta edição do CONSEJUD só foram apresentadas duas teses, ambas de autoria de ITAILSON FARIAS, nosso Coordenador Geral. Uma sobre a VIOLÊNCIA NO JUDICIÁRIO e outra sobre a VALORIZAÇÃO DO SERVIÇO PÚBLICO. Esta última acabou sendo incorporada no GT PRECARIZAÇÃO por afinidade.

Encerramos o encontro com os relatórios dos grupos que deverao ser publicados pelo SINPOJUD para os próximos dias.

Fonte: AOJUS - BA

Um comentário:

  1. Mais uma vez constatamos que os Problemas dos Oficiais são os mesmos independente de que Estado estejam, precisamos nos unir e buscar resolver a fonte do problema que na minha opinião vem da falta de uma regulamentação da nossa atividade e também de um CPC totalmente fora da realidade atual.
    Digo regulamentação pois os magistrados acham que somos propriedades deles, temos que regulamentar as Centrais de Mandados para acabar com esse vinculo.

    ResponderExcluir

Comente:

Postagens populares

Vídeos: FENOJUS

Loading...